CEMPRE INFORMA MAIS

Loop assina contrato com a PepsiCo para programa que recria PET virgem

A Loop Industries acaba de fechar um acordo com a PepsiCo, nos Estados Unidos, que irá estabelecer um novo modelo para a reciclagem de embalagens PET. Trata-se do primeiro contrato com uma grande marca assinado pela start-up de tecnologia, responsável pelo desenvolvimento de um processo inovador de despolimerização de PET em seus blocos constitutivos básicos (monômetros). Estes são, então, combinados para criar um novo PET de qualidade virgem que pode inclusive ser utilizado em embalagens de alimentos e bebidas. 

Segundo seu fundador e CEO, Daniel Solomita, “a verdadeira importância da tecnologia da Loop Industries é acelerar a mudança em direção ao plástico sustentável e longe de nossa dependência de combustíveis fósseis”. A criação da empresa teve início quando Solomita trabalhava em um projeto de recuperação de aterros na Carolina do Sul que geraram cerca de 40 mil toneladas de resíduos plásticos. Ao buscar alternativas para revender o material extraído, ele acabou dando os primeiros passos para a formação da empresa, lançada em 2015.  Sua tecnologia não utiliza pressão e nem calor para decompor o PET, o que reduz significativamente os custos do processo. “Podemos pegar um suéter de poliéster velho que está pronto para ser jogado fora e transformá-lo em uma garrafa de água”, explica Solomita.

Conforme o acordo registrado com a PepsiCo, a Loop deverá gerir um programa de reciclagem para alguns de seus produtos, com envio das embalagens por correio. Os detalhes do programa, incluindo os tipos de produtos que serão reciclados pela Loop, ainda não foram divulgados. 

No ano passado, a Loop obteve milhões de dólares de investidores para expandir sua tecnologia. Atualmente, a empresa possui uma planta-piloto de 560 metros quadrados em Montreal, no Canadá, capaz de produzir 2,5 toneladas por dia de monoetilenoglicol (MEG) e ácido tereftálico purificado (PTA) e está trabalhando para construir uma unidade de produção em grande escala capaz de entregar 3.000 toneladas por ano de PET. A previsão é que sua entrada em funcionamento ocorra ainda neste ano.

Para saber mais: http://www.loopindustries.com/en/