CEMPRE INFORMA MAIS

Ajinomoto do Brasil reforça apoio a cooperativas

Há três anos, a Ajinomoto – companhia de origem japonesa, maior produtora de aminoácidos do mundo e presente em 26 países (entre eles, o Brasil, aonde chegou em 1956) – iniciou um programa de apoio a cooperativas de catadores em São Paulo (SP), em parceria com o Cempre. A oficialização do primeiro projeto, com a Cooperativa Chico Mendes, ocorreu no dia 12 de fevereiro de 2013, e contou com a presença do então presidente da operação brasileira, Takaaki Nishii, que desde junho de 2015 está à frente dos negócios globais do Grupo.

O apoio da alta direção da empresa é uma característica essencial que impulsiona o projeto. “O atual presidente da Ajinomoto do Brasil, Taro Fujie, tem mantido e reforçado a continuidade das ações socioambientais no país, pois elas estão alinhadas com nossos compromissos com a qualidade dos produtos, o respeito ao meio ambiente e os trabalhos sociais que buscam o bem-estar, a saúde e a capacitação das pessoas”, comenta Venâncio Forti, gerente de área do Sistema de Gestão Integrado (SGI) Corporativo.

Em 2015, a parceria com o Cempre chegou a mais duas cooperativas - a Cooperleste e a Coopercaps - e para este ano, outra cooperativa está sendo selecionada para se somar à iniciativa. Entre as premissas utilizadas na escolha, estão aspectos como a não utilização de trabalho infantil, regularização perante os órgãos governamentais, necessidade de recursos, seriedade, transparência administrativa e compromisso social.

O suporte da Ajinomoto do Brasil abrange a avaliação das carências e necessidades de cada cooperativa, a doação de equipamentos - como prensa hidráulica, balança digital, empilhadeira e talha elétrica - e oficinas de capacitação e treinamentos realizados pela equipe do Cempre, com base no kit “Cooperar Reciclando Reciclar Cooperando”, enfatizando boas práticas de gestão e segurança. Segundo Venâncio Forti, além de estar em harmonia com a filosofia da Ajinomoto, o projeto permite à empresa atender às premissas da Política Nacional de Resíduos Sólidos, a partir do tripé da sustentabilidade, com desenvolvimento ambiental, econômico e social.

Foto: Sergio Murillo Bocardo Ferreira

Para saber mais: http://www.ajinomoto.com.br/