CEMPRE INFORMA MAIS

Dois Irmãos tem coleta seletiva em 100% do município

Iniciado em 1994, o recolhimento domiciliar de recicláveis cobre hoje a totalidade da cidade gaúcha de Dois Irmãos, tanto na área rural quanto urbana. As campanhas de incentivo à participação dos moradores vêm obtendo retornos muito positivos, levando ao atual índice de reciclagem de aproximadamente 27% do total de resíduos sólidos coletados. 

Fundada no mesmo ano da implantação da coleta seletiva, a Cooperativa de Trabalho dos Catadores e Recicladores de Dois Irmãos opera todo o sistema de recolhimento de resíduos sólidos urbanos do município de 30 mil habitantes. “Os caminhões pertencem à Prefeitura e os motoristas são funcionários públicos. Fora isso, todo o trabalho é feito pelos cooperados. Os recicláveis vão para a Usina Municipal de Reciclagem, onde são triados e beneficiados os resíduos plásticos e separados os demais materiais - papéis, vidros, metais, eletrônicos e óleo vegetal usado - que seguem para a reciclagem”, explica Rejane Maria Atz Juver, chefe do Departamento Municipal de Meio Ambiente, órgão ligado à Secretaria Municipal da Saúde, Assistência Social e Meio Ambiente. “Enquanto isso, os rejeitos da Usina e materiais orgânicos são encaminhados para a Estação Municipal de Transbordo, onde permanecem por até três dias, tendo como destino final um aterro sanitário privado, no município de São Leopoldo.”

A cooperativa tem contrato de prestação de serviço com a Prefeitura no valor de R$ 43.531,00 mensais mais os encargos relativos ao INSS dos 37 cooperados. É sua responsabilidade operar a Usina Municipal de Reciclagem que conta com dois galpões (um para separação dos resíduos e beneficiamento dos plásticos e o outro para armazenamento dos materiais triados), uma esteira de 12 metros adquirida em 2013, através do Fundo Municipal de Meio Ambiente (Fundema), transformador de alta potência, prensas, moinhos de plástico, centrífugas, aglutinadores e extrusora, bem como empilhadeira e retroescavadeira hidráulica, obtidas por meio de convênio com a Fundação Nacional da Saúde (Funasa), do Ministério da Saúde.

A Prefeitura disponibiliza a estrutura física e alguns equipamentos e veículos (como caminhões, retroescavadeira e empilhadeira), além de arcar com as despesas de energia elétrica. O Fundema também disponibiliza o repasse anual de aproximadamente R$ 8 mil à cooperativa para pequenas manutenções, com valor aprovado pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente (Consema).

Um dos principais diferenciais da atuação da cooperativa é a pelletização dos resíduos plásticos. Esse beneficiamento teve início em maio de 2015, com a aquisição de uma extrusora, via financiamento bancário, que vem possibilitando a comercialização da matéria-prima diretamente para indústrias plásticas da região metropolitana de Porto Alegre, aumentando seu valor da venda.

Para estimular o comprometimento da população com a separação dos resíduos domésticos, a Prefeitura mantém um Programa de Educação Ambiental que desenvolve diversos projetos na rede municipal de ensino - como os Monitores Ecológicos, que oferecem atividades ambientais para mais de 180 crianças no contraturno escolar, e o Lixo Transparente, que acompanha continuamente o índice de separação de resíduos nas escolas (em 2014, a menor taxa foi de 86,1%). “Recentemente, a cooperativa realizou ?também um trabalho de sensibilização porta a porta em todos os bairros, com explicações e entrega de informativos aos munícipes, e observamos uma melhora relevante nos índices de separação de resíduos”, conta Rejane.

Os resultados obtidos em Dois Irmãos vêm atraindo uma atenção indesejada. “Devido ao reconhecimento que temos na região, enfrentamos o problema da coleta clandestina. Alguns sucateiros vêm até o município para recolher o material bom já separado pela população e disposto para coleta. Estamos, agora, estudando formas de inibição e punição desses infratores, com a modificação da legislação ambiental municipal”, comenta a chefe do Departamento Municipal de Meio Ambiente. “Cabe ressaltar que, independentemente de eventuais trocas de governo, a coleta seletiva está garantida em Dois Irmãos. A comunidade hoje exige e valoriza esse serviço.”

Para saber mais: