CEMPRE INFORMA MAIS

Caculé não poupa esforços para impulsionar a coleta seletiva

Longe de apenas comemorar os resultados obtidos por seu programa de coleta seletiva, lançado em outubro de 2007, o município de Caculé, no interior da Bahia, está sempre às voltas com novas formas de aumentar a participação de seus moradores e incrementar o volume coletado mensalmente pelos catadores da cooperativa “Catando a Vida”.

No último Dia do Meio Ambiente, por exemplo, foi realizada uma ação denominada “Pegada Ecológica” que reuniu a população urbana e rural em centros comunitários locais para a disseminação de informações sobre a preservação ambiental e a coleta seletiva. Após a sensibilização, líderes comunitários, agentes de saúde, agentes de endemias, membros da vigilância sanitária e cooperados da "“Catando a Vida” saíram em mutirão para coletar os recicláveis nos arredores de cada comunidade, promovendo a conscientização ambiental e buscando tornar os espaços mais limpos e saudáveis. Houve ainda um evento na praça do mercado municipal com distribuição de mudas nativas e instalação de um estande para venda de “vassouras ambientais” (feitas com garrafas PET) e de “sabão ecológico” (feito com óleo de cozinha usado), além da troca de dez embalagens PET por uma sacola retornável.

Em julho, foi organizado pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento, da Agricultura e do Meio Ambiente o primeiro encontro para formação de multiplicadores em educação ambiental. Visando promover a sustentabilidade, ampliar o programa de coleta seletiva e estimular o engajamento da comunidade, o encontro foi voltado especialmente aos profissionais da área da educação e agentes comunitários de saúde e já tem outras etapas de capacitação previstas.

Com pouco mais de 22 mil habitantes, Caculé proporciona desconto de 20% no valor do IPTU para os moradores que aderem à coleta e redução de 20% na taxa de expedição de alvará de funcionamento para as empresas e estabelecimentos comerciais que participam do sistema. “A Prefeitura disponibiliza um galpão para triagem e armazenamento, paga aluguel de uma prensa, cede balança, custeia despesas com água, energia e combustível, oferece um veículo para coleta dos recicláveis e contrata motorista e funcionária para suporte administrativo. O poder público cuida ainda da divulgação por meio de folders, carro de som, comunicação em rádio, estandes em feiras e eventos e educação ambiental nas escolas”, destaca Sônia Regina Fernandes Pessoa, secretária municipal de Assistência Social.

Com esse incentivo constante, o volume médio coletado mensalmente pelos cooperados registra aumentos ano a ano, tendo saltado de 5,2 toneladas, em 2007, para 18,7 toneladas, em 2014. Os vinte cooperados da “Catando a Vida” obtiveram uma elevação significativa em sua renda mensal que foi de R$ 100, no início do programa, para os atuais R$ 600.

Mas as vantagens da coleta seletiva não param por aí. “Mensalmente, a reciclagem permite a fabricação de aproximadamente 600 vassouras ambientais e 200 barras de sabão ecológico. A produção é realizada pela própria cooperativa e os demais materiais são triados, prensados e comercializados”, enumera Sônia. “Sentimos hoje maior comprometimento da população com os resíduos gerados, houve redução do trabalho infanto-juvenil relacionado ao lixo urbano, valorização social do catador como profissional e agente ecológico, criação de postos de trabalho e, de forma geral, alcançamos uma mudança de cultura das pessoas em relação ao meio ambiente. Além disso, nossa cidade ficou mais limpa, saudável e sustentável.”

Os desafios agora são conseguir um galpão mais apropriado para a cooperativa e novos equipamentos como elevador de carga, prensa, balança e esteira para triagem. Está em andamento também a formação de parceria com outras cooperativas da região por meio de um projeto de Economia Solidária em Rede, denominado Rede Recicla Sertão, que permitirá a venda direta dos materiais a recicladoras, com melhores preços finais, e disponibilizará equipamentos necessários à qualificação do programa.

Para saber mais: http://www.governodecacule.ba.gov.br/