CEMPRE INFORMA MAIS

Gestora de recursos investe em inovação na área ambiental

A Inseed Investimentos, gestora de recursos focada em empresas inovadoras com elevado potencial de crescimento, realizou recentemente aporte de capital de R$ 12 milhões em duas empresas que desenvolvem tecnologias de reutilização de garrafas PET (Lamiecco) e de poliamida no processo industrial (H3 Polímeros).

Os recursos fazem parte doFIP Inseed FIMA – Fundo de Inovação em Meio Ambiente, destinado ao segmento de inovação tecnológica aplicada ao meio ambiente. Gerido pela Inseed Investimentos, o fundo conta com R$ 165 milhões de capital comprometido, captados junto a investidores como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), fundos de pensão e investidores privados. A perspectiva é efetuar aporte de capital em 20 empresas do setor de tecnologias limpas com faturamento de até R$ 20 milhões anuais. Em 15 meses, foram prospectadas 556 empresas e três foram selecionadas para receber investimentos. Além da Lamiecco e da H3 Polímeros, o primeiro aporte do fundo foi na EcoSynth, empresa de biotecnologia ambiental com soluções que permitem reduzir em cerca de 50% a geração de resíduos no tratamento de efluentes industriais e sanitários.

A Lamiecco, indústria do município de Montauri (RS), possui tecnologia de produção de revestimentos laminados a partir da reciclagem de garrafas PET. Já a H3 Polímeros, com fábrica em Bom Jesus dos Perdões (SP), desenvolveu tecnologia própria patenteada mundialmente de extração do elastano (lycra) de resíduos de poliamida da indústria têxtil, mantendo suas propriedades originais, e reutilizando-o na produção de plásticos de engenharia com alta performance.

O investimento feito pelo FIP Inseed FIMA será destinado à ampliação da capacidade produtiva, Pesquisa & Desenvolvimento e em contratações para posições de liderança nas empresas. A expectativa da Lamiecco é alcançar um crescimento de 40% em seu faturamento já neste ano. A indústria, que atualmente utiliza cerca de 8 milhões de garrafas PET na fabricação de mais de 200 toneladas de laminados ecológicos por mês em seu processo produtivo, planeja lançamentos de novas linhas de produtos ecológicos. Já a H3 Polímeros tem como meta para 2014 dobrar o número de clientes, chegando próximo a sua capacidade atual de produção de 250 toneladas mensais de plásticos de engenharia. Para tanto, a empresa trabalha no desenvolvimento de novas aplicações técnicas para os polímeros e pretende exportar sua tecnologia.

Já a partir do aporte dos recursos, o FIP Inseed FIMA passa a participar da composição acionária das empresas e a equipe de aceleração da Inseed começa a atuar em sua gestão. “Dessa forma, conseguimos acelerar a expansão dos negócios, ampliando seu potencial de inovação ambiental. Para isso, procuramos parceiros que têm soluções sustentáveis e com elevada capacidade de crescimento escalonado em diversos segmentos de mercado, seguindo a estratégia de investimento do fundo”, comenta Alexandre Alves, diretor da Inseed.

A estratégia do FIP Inseed FIMA é composta por três eixos: Soluções Ambientais(Gestão e Recuperação de Resíduos Sólidos, Reuso e Tratamento de Água e Efluentes, Descontaminação do Solo e Recuperação de Paisagens e Despoluição do Ar e Redução da Poluição Sonora), Tecnologias Avançadas (Gestão e Uso Sustentável de Energia, Materiais Alternativos, Construções Verdes e Agropecuária Sustentável) e Novos Modelos (Serviço de Logística e Mobilidade Urbana, Ecofranquias e Novos Projetos e Desenho de Produtos e Serviços Sustentáveis). A identificação das outras 17 empresas que poderão participar do fundo e receber, portanto, o aporte de recursos para sua expansão deverá ser concluída até o final de 2016.

Para saber mais:    http://www.inseedinvestimentos.com.br/