CEMPRE INFORMA MAIS

Tetra Pak promove curso de liderança para catadores

Nas discussões para o incremento da reciclagem no Brasil, as cooperativas de catadores despontam, cada vez mais, como um elo essencial para o sucesso do sistema. Além de serem instrumentalizadas, por meio de equipamentos e fundos, para ampliar o escopo do seu trabalho, as cooperativas precisam também estar preparadas para enfrentar os desafios que o crescimento do sistema pode gerar. Foi para contribuir com esse processo que a Tetra Pak criou o projeto “Cuidando do Futuro”.

O objetivo é desenvolver líderes que possam gerir, de forma sustentável, as cooperativas espalhadas pelo país. Por meio de reuniões presenciais com consultores especializados na formação de liderança corporativa, os participantes aprendem desde o papel do gestor e o processo de tomada de decisão em grupo até como identificar sucessores. A formação é enriquecida com reuniões nas cooperativas participantes.

No final de janeiro, foi promovida a formatura da primeira turma que reuniu, desde junho de 2014, representantes de seis cooperativas de Campinas. Composto por 90% de mulheres, o grupo recebeu também orientações sobre como engajar todos os cooperados nas atividades e como gerenciá-los. O pano de fundo dos encontros foi a importância do trabalho das cooperativas de catadores na destinação dos resíduos sólidos urbanos que, corretamente separados, tornam-se matéria-prima para a indústria recicladora.

De acordo com Fernando von Zuben, diretor da Meio Ambiente da Tetra Pak, o projeto surgiu em função da necessidade de fortalecer as cooperativas. “Percebemos que não basta somente ceder materiais ou equipamentos para apoiar esse trabalho. É preciso preparar os profissionais e líderes para que, de fato, conduzam negócios mais rentáveis, sustentáveis e independentes”, afirma Fernando.

O projeto “Cuidado do Futuro” é a segunda iniciativa da Tetra Pak voltada à melhoria da gestão junto a cooperativas de catadores de materiais recicláveis. Em 2012, a empresa lançou, em parceria com o Cempre, Integration e Sescoop, o programa “Cooperativa em Ação”. Nos últimos dois anos, foram distribuídos mais de 100 kits educativos compostos por manuais, fascículos e cartazes explicativos a 17 cooperativas que foram ou estão sendo treinadas. “Com isso, houve melhora de performance em algumas delas e o ganho médio dos profissionais aumentou até 100%”, destaca Von Zuben.

Para José Ronaldo Salles Fernandes, da Reciclamp, que participou do curso, “o desenvolvimento das lideranças é um aspecto chave para o futuro das cooperativas. Por isso, até o nome do projeto é muito adequado, pois fornece instrumentos fundamentais para essa evolução”. Na prática, os resultados já podem ser sentidos. “Aqui, na cooperativa, às vezes, a gente não tinha muito entendimento, não sabia como conversar um com o outro. Agora, estamos trabalhando mais unidos, aprendemos a cumprir os horários, ter disciplina e isso ajudou muito até a produção. É uma conquista grande para nós”, garante Marli de Assis Anastácio, da Cooperativa Antonio da Costa Santos.

Para saber mais: