CEMPRE INFORMA Número 150 Novembro/Dezembro

Mercados e Recados

Guarulhos amplia coleta seletiva

Há onze anos, o município de Guarulhos (SP) dava os primeiros passos na implantação de sua Coleta Seletiva Solidária, como política pública, a partir de ações pontuais anteriores, tanto de catadores, quanto de entidades, empresas e gestores já sensíveis à questão ambiental. O Programa abrange, hoje, cinco modalidades - Circuito Porta a Porta, Nossa Escola Recicla (com 137 escolas municipais), Nossa Secretaria Recicla (em 70 pontos), 10 Locais de Entrega Voluntária (LEVs) e 18 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) - que recolhem em média 163 toneladas/mês de recicláveis.


Fabio Nunes Teixeira

“A coleta domiciliar, responsável por cerca de 63 toneladas/mês, se desenvolvia em 9 bairros, abrangendo 15 mil domicílios, o que representa aproximadamente 5% do total da cidade”, conta Madalena Maria Rodrigues, da Divisão de Coleta Seletiva de Resíduos Recicláveis do Departamento de Limpeza Urbana da Secretaria de Serviços Públicos. Até pouco tempo, todos os materiais recicláveis coletados eram enviados à Central de Triagem do Taboão, operada pela CoopReciclável, cooperativa de catadores parceira da Prefeitura desde 2005.

Em agosto deste ano, Guarulhos avançou no caminho para atingir sua meta de universalização do serviço de coleta seletiva, com a inauguração da Central de Triagem do bairro Ponte Alta. O local, que dispõe de galpão e uma edificação de apoio (com área para administração, depósito, cozinha, banheiros e vestiários), está sendo operado pela Cooperativa Luta e Vida, formada por catadores daquela região.

“Numa cidade com a dimensão de Guarulhos, é fundamental descentralizar o sistema para manter uma logística mais racional, ou seja, evitar que os veículos fiquem circulando pela cidade levando os resíduos apenas para um local”, comenta Madalena. A nova Central de Triagem recebeu apoio do Cempre e suas associadas como a SIG Combibloc com a doação de balança digital, uniformes e EPIs. A Tetra Pak também é parceira da Prefeitura de Guarulhos, tendo fornecido as placas e telhados dos LEVs e o telhado da nova Central (as telhas são produzidas com embalagens longa vida pós-consumo), além de folhetos e cartazes personalizados para divulgação da nova Central e da importância da reciclagem para a população.

Para saber mais: http://www.guarulhos.sp.gov.br/