CEMPRE INFORMA Número 154 Julho/Agosto

Reportagem Capa

Um grande movimento em prol da reciclagem

Coalizão Embalagens e ONU Meio Ambiente promovem a conscientização da população sobre a separação e o descarte dos resíduos domésticos.

Aampliação da coleta seletiva e da reciclagem no país foi o motor da criação da Coalizão Embalagens, formada por 23 associações de produtores, importadores, usuários e comerciantes que assinaram, em 2015, o Acordo Setorial de Embalagens em Geral. Em agosto deste ano, a Coalizão avançou em mais uma frente desse processo, unindo-se ao Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (ONU Meio Ambiente) para lançar o movimento “Separe. Não Pare”.

Com a missão de, até 2018, reduzir em 22% a quantidade de embalagens descartadas em aterros sanitários, a Coalizão quer incentivar a participação da população - um elo indispensável na responsabilidade compartilhada, conceito que fundamenta a Política Nacional de Resíduos Sólidos e pressupõe o engajamento da sociedade, das empresas e do poder público para a expansão da reciclagem. Nasceu assim a necessidade de criar uma campanha para sensibilizar os brasileiros a respeito de seu papel na separação e encaminhamento correto dos resíduos domésticos.

Uma questão de hábito

“Ainda temos um longo caminho a percorrer, mas estamos reforçando a relevância do envolvimento da população. Queremos conscientizar as pessoas de que é simples separar e descartar adequadamente o lixo e que cada um deve fazer a sua parte”, explica Victor Bicca, presidente do Cempre, entidade que coordena a Coalizão.

Segundo Denise Hamú, representante da ONU MeioAmbiente, a ação vai ajudar a transformar o modo como o brasileiro enxerga o seu lixo: “Quando as pessoas reparam no lixo que geram, passam a adotar outros valores e hábitos de consumo consciente, estimulando a mudança para padrões de produção e consumo mais sustentáveis.”

O movimento “Separe. Não Pare” está sendo divulgado por meio de uma campanha digital e de um portal com conteúdos como a separação passo a passo, o descarte certo dos diferentes tipos de embalagens, pontos de entrega dos materiais e iniciativas de destaque. A ação teve início com um projeto piloto na cidade de São Paulo e contará com iniciativas como distribuição de folhetos para a população e colaboradores das empresas que formam a Coalizão, além de parceria com o SECOVI-SP (Sindicato da Habitação) para comunicação direta com os condomínios.

Com o compromisso assumido pela Coalizão de valorizar as cooperativas de catadores, a campanha também ressalta a importância da atuação desses trabalhadores. Eles respondem por mais de 50% do material recolhido e encaminhado para reaproveitamento em São Paulo. “Somos todos responsáveis pelo bom funcionamento da cadeia da reciclagem. É um esforço conjunto essencial para a sustentabilidade do planeta”, destaca Victor Bicca.

Para saber mais: